domingo, 1 de novembro de 2015

QUEDA DE AVIÃO NO EGITO


  Autoridades egípcias afirmam que um avião de passageiros da Rússia caiu na península do Sinai, matando 217 passageiros e sete tripulantes.
A aeronave voava do resort de Sharm el-Sheik, no Mar Vermelho, para São Petersburgo.
O Airbus A321, operado pela companhia russa Kogalymavia sob o registro KLG9268, decoloudo aeroporto de Sharm el-Sheik às 5h58 (1h58 em Brasília) deste sábado
O avião desapareceu da tela do radar 22 minutos depois, enquanto voava pela região central do Sinai. Ele estava a uma altitude de 9.450 metros, segundo um comunicado do Ministério de Relações Exteriores do Egito.
Um avião militar egípcio achou em seguida os destroços na área montanhosa de Hasana, a 35 quilômetros ao sul da cidade costeira de el-Arish, de acordo com o comunicado.
Autoridades que foram ao local da queda disseram à Reuters que o avião se dividiu em dois, "uma pequena parte da cauda pegou fogo e uma outra parte maior bateu em uma pedra".
Mais de 50 ambulâncias foram enviadas ao local da queda. A correspondente da BBC no Cairo, Ranya Sabry, afirmou que havia corpos espalhados por uma áres de dois quilômetros quadrados.