quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Temporal em Buenos Aires adia Argentina x Brasil para sexta-feira, 22 horas




  O jogo entre Argentina e Brasil, no Monumental de Nuñez, marcado para a noite desta quinta-feira (12) foi adiado para esta sexta-feira (13), às 22 horas (de Brasília), por conta das fortes chuvas. A informação foi divulgada pelo quarto árbitro, o argentino Carlos Magno. A seleção brasileira queria entrar em campo, mas prevaleceu a preferência dos argentinos em adiar o embate.

A previsão em Buenos Aires para a sexta-feira é de chuva moderada. Houve uma reunião com representantes das duas seleções antes da confirmação de que o duelo seria adiado.

"Tivemos uma reunião, conversamos. Não tem condições. Não teria sentido deixar o público chegar para depois voltar. De comum acordo, decidimos fazer o jogo amanhã no mesmo horário. Vamos ter que adaptar, temos criatividade. Vamos readaptar algumas coisas.", disse o coordenador de seleções Gilmar Rinaldi ao SporTV.

Chove desde o início da tarde na capital argentina, com intensidade de moderada a forte. Mas, menos de duas horas antes do jogo, a drenagem do gramado não suportou a grande quantidade de água e o campo virou uma 'piscina'. As ruas no entorno do local da partida ficaram alagadas.
A área de imprensa também foi invadida pela água. Radialistas que trabalham no local chegaram a tomar choques.
É improvável que o adiamento do clássico venha a alterar a data marcada para o próximo compromisso do Brasil nas Eliminatórias à Copa do Mundo de 2018. A seleção enfrentará o Peru, às 22 horas (de Brasília) de terça-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador.
Inicialmente, o embarque para a capital baiana estava previsto para a tarde de sexta-feira. Segundo Rinaldi, a comissão técnica traçará um novo planejamento para adequar a preparação dos jogadores aos novos encargos da equipe.