quarta-feira, 8 de julho de 2015

NEGO DO BOREL SE DEFENDE SOBRE BRIGA: RACISMO

Nego do Borel diz que agiu de forma errada ao sair no tapa com um fã. Em entrevista , o funkeiro disse que acabou perdendo a cabeça após ouvir palavras racistas e homofóbicas vindas de um convidado que estava na plateia.
"O preconceito existe, existem pessoas preconceituosas. Entrego nas mãos de Deus e que Deus abençõe essas pessoas", disse o cantor, que ainda está magoado com os xingamentos. "O que eu menos queria naquele momento foi exatamente o que aconteceu. Quem me conhece sabe do meu caráter e sabe também que não sou uma pessoa de briga, nunca fui. Tenho um público infantil e adolescente muito grande e sei que sirvo de inspiração para eles. Eu jamais faltaria com o respeito a qualquer pessoa que fosse. Cheguei até aqui sem pisar em ninguém, mas não consegui segurar ouvindo aquelas palavras horríveis", completou.
Em entrevista ao jornalístico 'Cidade Alerta', da Rede Record, Nego do Borel contou detalhes do que ouviu no palco. "Comecei a ouvir 'macaco' e outras coisas que não quero repetir. Me dá até vontade de chorar. Não queria isso, não sou de briga", disse.
Ele também relatou que foi atingido por pedras de gelo durante sua apresentação. "Eu vi quando um cidadão tacou um gelo no meu olho, com muita força. Eu achei que tivesse tomado um tiro. Aí, perdi o controle. A pedra de gelo pegou no meu dançarino também. A última coisa que eu queria era brigar. Mas sou humano também", finalizou.